Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto


W3.CSS

07.Jul.18

Agentes económicos da vila Municipal de Moatize estão a fechar suas portas devido as taxas elevadas cobrados pelo conselho municipal


Depois de vários estabelecimentos de vendas de acessório de viaturas e de restauração de bebidas terem encerrados as portas, desta vez a ameaça igualmente em abandonar o comércio veio de dois grandes hotéis instalados na vila municipal de Moatize. 

 Falado esta sexta-feira um encontro mantido entre os agentes económicos e governador de Tete, esses disseram que o conselho municipal de Moatize é o único na Província que esta a aplicar taxas acima do normal, chegando até alguns estabelecimentos hoteleiros a pagarem uma taxa de 150.000 Mts/ano contra os 20.000 Mts/ano que são aplicados aos mesmos tipos de negócio na cidade de Tete.

 “… Muitos empresários deixaram de trabalhar aqui em Moatize fecharam as portas por causa das taxas económicas, eu também tenho problemas com taxas económicas e já disse se me complicarem eu fecho o hotel isso não dá… a VIP em Tete paga 20.000mts de taxa ao ano… como é que é possível só aqui nos estarmos a pagar 250 a 150.000mts é uma loucura…” disse um dos agente económico da Vila municipal de Moatize. 

Em resposta a esta preocupação o governador de Tete Paulo Auade disse ter anotado e prometeu junto do conselho municipal da vila de Moatize para inverter a situação.
Compartilhar: