Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto


W3.CSS

05.Jul.18

Crise de combustível na LAM deixa cair Conselho de Administração



Os accionistas da empresa Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), reuniram-se esta quinta-feira para analisar a actual situação da companhia de bandeira nacional, e decidiram pela cessação de funções do Conselho de Administração. 

 MAPUTO- Segundo um comunicado de imprensa do IGEPE, enviado a nossa redacção, indica que os accionistas decidiram ainda criar uma Comissão de Gestão para transitoriamente assegurar o normal funcionamento da empresa. De recordar que na manhã de ontem, cerca de 300 passageiros da companhia viram-se impedidos de viajar devido ao cancelamento de voos, desencadeado pela falta de combustível para abastecer a sua frota de aviões.Por isso, foram cancelados os voos com destino para Maputo para Beira e Nampula. Questionado sobre o assunto, o Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, reconheceu a existência de problemas a nível da gestão da LAM e explicou que os mesmos estão relacionados com o processo de acerto de contas entre aquela companhia aérea de bandeira nacional e os seus fornecedores de combustível. 

 Em comunicado a LAM, justificou que tal situação deveu-se à limitações financeiras que a empresa enfrenta para viabilizar o abastecimento das aeronaves. A companhia da bandeira refere que, ultimamente, o abastecimento das aeronaves é feito mediante pré-pagamento. No entanto, após um entendimento pontual com o fornecedor de combustível, procedeu-se ao abastecimento das aeronaves, tendo-se iniciado a operacionalização dos voos às 11:20 horas. As aeronaves deviam ter levantado voo para Beira e Nampula.
Compartilhar: