Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto


W3.CSS

18.Jul.18

Graça Machel enaltece qualidades de Nelson Mandela

GRACAMACHEL

 

Nas comemorações dos cem anos do ícone da luta contra o apartheid, Graça Machel abriu as portas da sede da Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade para uma equipa da RTP, onde falou dos valores defendidos por Nelson Mandela:

"Ele tinha uma maneira muito natural de fazer alguém sentir que, naqueles poucos segundos, esta pessoa era a mais importante da vida dele. Em momento algum, Nelson Mandela se apresentou como "EU". É só prestar atenção em todos os discursos dele; ele diz sempre "Nós", disse Graça.

Graça Machel reconheceu que, dentre as três mulheres de Madiba, o amor da vida do líder do ANC foi Winnie Mandela, apesar de Graça ter trazido o verdadeiro sentido do conceito de família a Mandela: "o grande amor da vida de Madiba foi sempre Winnie Mandela. Era um amor real, mas não era um amor ideal. E comigo foi uma coisa diferente. Eu ofereci a Nelson Mandela a possibilidade de ter uma família e de viver em família. E, se tiver reparado, por exemplo, nós andávamos sempre de mãos dadas, como se nos tivéssemos a necessidade dessa conexão, até física. Quando ele deixou a segunda esposa, uma das filhas tinha três anos e a outra filha tinha dois. Ele volta da prisão, elas já são adultas, estão casadas, e têm filhos. Então, os meus filhos aparecem como se o tivessem dado a oportunidade de ser pai outra vez." Uma convivência de cerca de quinze anos e Graça Machel apontou alguns defeitos do Nobel da Paz: "Madiba era teimoso. Muito teimoso. Ele confiava por demasiado nas pessoas e que ele as vezes foi abusado por isso." Concluiu Graça Machel.

Nelson Mandela perdeu a vida no dia 5 de Dezembro de 2013, em Johannesburg, vítima de doença.

 

Compartilhar: