Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto


W3.CSS

18.Jul.18

Na chegada a Paris: Macron exalta união da selecção francesa

CHEGADA

 

NUMA recepção com pompa e circunstância, o Presidente da França, Emmanuel Macron agradeceu o empenho dos jogadores da selecção francesa no “Mundial” e exaltou a "união" do grupo que conquistou o título em Moscovo, no domingo.

 

“Quero apenas vos dizer três coisas: um, obrigado. Obrigado ao presidente da Federação Francesa de Futebol, ao técnico (Didier Deschamps), aos jogadores e a toda a equipa. Obrigado por nos trazerem essa taça, obrigado por nos deixarem orgulhosos, por terem suado a camisola”, disse o Presidente francês.

Reiterando a união como principal receita para o êxito, Macron acrescentou: “Esta equipa é bela porque é unida. Não mudem e não esqueçam nunca de onde vêm”, referindo-se aos clubes que os formaram, aos seus técnicos de categorias de base e aos seus pais, “que não mediram esforços.”

De referir que a união dos “Bleus” foi destacada pelos comentadores no domingo. Nas últimas edições do “Mundial” foi justamente a desunião do grupo que chamou a atenção na selecção francesa. Problemas de relacionamento entre jogadores e entre atletas e comissão técnica foram frequentes em 2010 e 2014.

Em solo russo, porém, a renovação do grupo, com jovens jogadores, evitou maiores atritos dentro da selecção. Dentro do campo a união reflectiu-se em seis vitórias e um empate, na campanha vitoriosa que levou os franceses ao seu segundo título mundial.
Na recepção, no Palácio do Eliseu, em Paris, um dos jogadores mais empolgados foi o meio-campista Paul Pogba, que puxou gritos de adeptos. “Eu ouvi dizer que nós somos campeões do mundo. É verdade isso?!", brincou, iniciando o canto: "Nós vamos quebrar tudo! Nós quebramos tudo!"

 

Compartilhar: