Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto


W3.CSS

31.Jul.18

Taça CAF: UD Songo com qualificação difícil mas não impossível

UDSONGONACAF

Apesar de estar a ocupar a última posição do grupo B da Taça CAF, com apenas dois pontos, a União Desportiva de Songo ainda sonha com a passagem aos quartos-de-final da segunda maior competição futebolística de clubes de África.

 

Os “hidroeléctricos”, que somaram dois pontos com o mesmo adversário, o Al Hilal (empate em Cartum a dois golos e na Beira a um golo), estão a seis do líder do grupo, o El Masry do Egipto e a cinco do segundo classificado, o Berkane do Marrocos, posição que também dá acesso aos quartos-de-final.

 

Vamos às contas… Faltando apenas duas jornadas por se disputar, para a União Desportiva de Songo acalentar esperanças de qualificação precisa da conjugação de vários resultados: Primeiro precisa de vencer os dois jogos que ainda tem, iniciando pelo Al Masry do Egipto, em casa, a 19 de Agosto, e dez dias depois diante do AS Berkane do Marrocos, em Casablanca. Mas precisa que estas duas equipas percam pontos nos seus jogos, não só diante da União Desportiva de Songo, mas também diante do Al Hilal.

 

Ou seja, as duas equipas deverão perder com os “hidroeléctricos” de Songo e perder pontos diante dos sudaneses. O segundo cenário começa com vitórias para a UD Songo, que deverá ser por mais de dois golos, para compensar as derrotas sofridas na primeira volta da prova, quando perdeu pelo mesmo resultado de 0-2 diante do El Masry e Berkane, respectivamente em Cairo e na Beira, na primeira e segunda jornadas.

 

E esperar que uma das duas equipas perca diante do Al Hilal e a outra vença, por forma que a UD Songo contabilize 8 pontos e fique na segunda posição. Terceiro seria as duas equipas que já venceram a União Desportiva de Songo, nomeadamente o El Masry e o Berkane perderem os dois jogos, diante dos “hidroeléctricos” e sudaneses, por mais de dois golos cada jogo, de modo que no final das contas o Al Hilal contabilize 9 pontos, terminando em primeiro e a UD Songo em segundo, com 8 pontos, os mesmos do El Masry, mas tendo vantagem no confronto directo, caso vença por mais de dois golos.

 

Em caso de vitória da turma moçambicana na quinta jornada e vitória do Berkane do Marrocos, as coisas estarão complicadas na mesma pois terá que vencer na última jornada e esperar que o El Masry perca pontos com o Al Hilal. Mas são contas que serão feitas logo após ao jogo que irá realizar em casa, diante do El Masry, a 19 de Agosto, esperando que na outra partida o Berkane não vença ao Al Hilal. Em caso de empate ou derrota da União Desportiva de Songo, o adeus será uma realidade.

 

 

Compartilhar: