Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto

Tete Magazine

Atualidade, Sociedade, Economia, Desporto


W3.CSS

16.Jul.18

Utentes do Metrobus vão poder efectuar recarregamento nas ATM’s

metrobas

Os utentes do sistema integrado de transporte Metrobus vão poder, a partir desta semana, efectuar o recarregamento dos seus bilhetes com recurso às mais modernas soluções de pagamento.

 

 

Isto significa que os utentes do Metrobus vão poder efectuar recarregamento através ATM’s, POS’s, Internet Banking, USSD, Conta Móvel e QR Code, para além da aplicação Metrobus Moz, disponível na AppStore e Play Store. Para o efeito, a Metrobus assinou, na sexta-feira, 13 de Julho, um acordo com o Banco Comercial e de Investimentos (BCI) visando a conciliação deste sistema de transporte com os melhores meios e tecnologia de pagamento e de bilhética, a serem disponibilizados pelo banco.

 

Na ocasião, Amade Camal, presidente do Conselho de Administração da Sir Motors, empresa que está a implementar o Metrobus, afirmou que este acordo vai, por um lado, ajudar a eliminar o uso de dinheiro físico no acto do recarregamento dos bilhetes nas estações, e, por outro, oferecer maior comodidade aos utentes pois passarão a fazê-lo em qualquer lugar e a qualquer hora.

 

“Queremos que o utente tenha a possibilidade de poder recarregar o seu bilhete confortavelmente, a partir do seu escritório, telefone, casa ou mesmo dentro do comboio”, referiu Amade Camal, que acrescentou que este acordo é também extensivo às empresas associadas à Metrobus.

 

Assim, “as empresas passam a ter um relacionamento privilegiado com o BCI, particularmente no que diz respeito aos pagamentos e transacções financeiras que tenham a ver com os nossos serviços.” Por seu turno, o Presidente da Comissão Executiva do BCI, Paulo Sousa, referiu que estas soluções de pagamento vêm complementar o esforço da Metrobus com vista à criação de um sistema de transporte de passageiros moderno e de qualidade nas cidades de Maputo, Matola e no distrito de Boane.

 

“Vamos oferecer soluções válidas para todos, mesmo para quem não tem conta bancária. São soluções amplas que vão permitir a todos os utentes do Metrobus terem os mais modernos sistemas de pagamento, aliados à comodidade, simplicidade e ausência de custos”, acrescentou Paulo Sousa. Importa realçar que o Metrobus é um sistema de transporte que combina a operação ferroviária e rodoviária através de automotoras, com carruagens e uma frota de autocarros. 

 

Compartilhar: